• denuncias
  • peticionamento
  • protocolo
  • Mediação
  • mov procedimentos
  • autenticidade de documentos
  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • liberdade sindical
  • meio ambiente
  • promocao igualdade
  • trabalho escravo
  • trabalho infantil
  • trabalho portuario
    • Slide 120521 B
    • Slide 070521
    • Slide 040521 B
    • Slide 300421
    • Destaque - Escala de plantão
    • Slide-Corona
    • Cartilha traz orientações para trabalhadores e trabalhadoras domésticas
    • Lançado o edital do Prêmio MPT na Escola 2021

    MPs recomendam que Município de Fortaleza e Estado direcionem novas doses da CoronaVac apenas para aplicação da segunda dose

    Ministério Público do Trabalho (MPT), Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) e Ministério Público Federal (MPF) recomendaram, na tarde desta quinta-feira (13/05), que o Município de Fortaleza e o Estado do Ceará direcionem as novas remessas da vacina CoronaVac para a aplicação apenas da segunda dose (D2). A medida, segundo o Ministério Público, visa garantir que todas as pessoas que tomaram a primeira dose do imunizante possam tomar a dose complementar no prazo adequado.

    Imprimir

    Justiça Federal determina que União envie de imediato 25.019 doses extras de CoronaVac ao Ceará

    A Justiça Federal determinou, nesta quarta-feira (12), que a União envie de imediato para o Ceará 25.019 doses extras da vacina CoronaVac para aplicação da segunda dose da imunização. O envio deve ser feito em conjunto com o próximo lote regular. A medida foi tomada após o Ministério Público do Trabalho no Ceará (MPT-CE), Ministérios Públicos Estadual (MPCE) e Federal (MPF), e Defensorias Públicas do Estado (DPCE) e da União (DPU) requererem na terça-feira (11), junto à 5ª Vara Federal da Seção Judiciária do Estado do Ceará, o cumprimento de decisão judicial anterior e o envio das doses extras para completar o ciclo de quem já havia tomado a primeira dose de CoronaVac.

    Imprimir

    Fortaleza concentra mais de 53% das concessões de benefícios previdenciários por Covid-19, no Estado

    O número de concessões de benefícios previdenciários no Ceará em razão de doenças provocadas por vírus, em 2020, foi quinze vezes superior à soma dos sete anos anteriores.. Considerando os adoecimentos por vírus de localização não especificada e por Covid-19, o INSS concedeu 1648 benefícios no ano passado, enquanto de 2012 a 2019 o total registrado no Estado foi de apenas 101. Os dados são do Observatório de Segurança e Saúde no Trabalho, desenvolvido no âmbito da iniciativa SmartLab de Trabalho Decente, uma cooperação entre Ministério Público do Trabalho (MPT) e a Organização Internacional do Trabalho (OIT).

    Imprimir

    • banner pcdlegal
    • banner abnt
    • banner corrupcao
    • banner mptambiental
    • banner radio
    • banner trabalholegal
    • banner audin
    • Portal de Direitos Coletivos